domingo, agosto 24, 2014

Dos relacionamentos que tive

Não me envergonho nem me arrependo de nenhum. Talvez aquele de escola eu poderia ter passado sem, não que tenha sido ruim, só não me acrescentou nada. Gosto, basicamente, de me relacionar para conhecer a pessoa. Sim, entro em relacionamentos amorosos apenas  para analisar as pessoas. 

Uma vez namorei um cara e esse foi meu relacionamento mais longo/complicado/intenso e quando olho pra trás vejo o tipo de pessoa que odeio. Odeio pode soar forte pra ti, mas é o que realmente sinto. Não por ele! E sim por aquele tipo de gente. Por ele não sinto nem pena. Ele é/era romântico demais, atencioso demais, ciumento demais, mentiroso demais e no fim foi demais pra mim. Longos cinco anos e hoje em dia não consigo lembrar de inúmeros acontecimentos daquela época, alguns comentados recentemente pela minha mãe inclusive, estranho né? Parece que minha memória seletiva o excluiu. Depois dele passei a não gostar mais de gente melosa ou romântica. Trauma! E não me venha com aquele clichê de "ah você não pode julgar ninguém..." eu quero e vou sim julgar.

Mas o pior não foi nada disso, depois que terminamos foi que, com perdão da palavra, a porra ficou séria. O drama era o de menos, a perseguição emocional que me incomodava. Além da culpa que ele displicentemente jogou pra cima de mim como se tudo de ruim que acontecesse com ele dali em diante seria por minha causa. Tivemos inúmeros suicídios agendados por ele. Preciso mencionar que nenhum realmente ocorreu? E que hoje em dia ele continua vivinho da Silva andando por aí? Preguiça de gente assim! 

Não tenho mais tempo pra esse tipo de relacionamento. Gosto de gente que me traz paz, me deixa de bem com a vida e que não precise demais de mim. Que vez ou outra apareça sem avisar, que me leve pra passear e que não me ligue no dia seguinte. Gosto de ter saudade. Não cobro para não ser cobrada. Tenho ciúme até de troca de olhares, mas quem precisa saber? Sou simples e direta, não dou voltas para não me perder e não me venha com joguinhos do tipo "vou demorar para responder" porque meu mal é falta de paciência. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário